Negócios como mecanismos para a solução de problemas sociais

Mudar a realidade de uma pessoa ou de uma comunidade, é a missão única de um negócio social. Ele funciona como qualquer outra empresa com a diferença de que nasce exclusivamente para resolver algum problema social ou ambiental.

Recursos que se multiplicam

Os produtos e serviços criados com esse foco geram receita para cobrir custos operacionais e tornar a empresa financeiramente autossustentável. Dependendo de sua modelagem financeira, um negócio social pode resolver o problema para o qual foi criado e ser muito lucrativo. De qualquer forma, o lucro obtido é sempre reinvestido no próprio negócio, ou em outro, para dar mais escala à solução encontrada e garantir a circulação de recursos.

Negócios sociais aliam o impacto positivo da filantropia aos meios e sustentabilidade financeira do empreendedorismo.

Indicadores de sucesso


O sucesso não é medido pelo retorno financeiro a acionistas, já que não há distribuição de dividendos, e sim pelo impacto positivo causado na vida de pessoas aliado à sustentabilidade financeira da empresa, os quais se multiplicam conforme o negócio cresça – após aceleração ou investimento, por exemplo.
 

7_principles_of_sb.png

Os 7 princípios do Prof. Muhammad Yunus para um negócio social:

  1. Objetivo é resolver um problema da sociedade (como pobreza e saúde), não maximizar lucro;

  2. Sustentabilidade financeira e econômica;

  3. Investidores recebem apenas o que investiram, sem direito à distribuição de dividendos;

  4. Lucro deve ser reinvestido na empresa para expandir as operações e aumentar o seu impacto social, ao invés de distribuído como dividendo;

  5. Deve ser ambientalmente consciente;

  6. Funcionários obtêm salários compatíveis com o mercado e boas condições de  trabalho;

  7. Faça com prazer!

Você tem ou participa de algum negócio e quer se envolver com a Yunus?


principal-home (2).jpg